Um desgosto marcante pela leitura – Pedro Gomes de Oliveira – 9º ano C

Um desgosto marcante pela leitura – Pedro Gomes de Oliveira – 9º ano C
1 de fevereiro de 2018 Escola Cristã Jundiaí

Um desgosto marcante pela leitura

Pedro Gomes de Oliveira

 

Observa-se que o hábito da leitura não é visto na vida dos jovens da atualidade. Hoje em dia, a juventude é atraída pelo mais fácil e mais divertido, o que para ela é o oposto de ler um livro.

Realmente, é preciso esforço e dedicação de tempo para ler, entretanto, muitas vezes, há muita diversão e emoção que se podem encontrar em um livro. Para tanto, é necessário que seja um bom livro, algo que hoje em dia se tem de sobra, só não se  tem a vontade de procurar uma boa leitura.

Muitas vezes, os jovens não procuram livros que sejam de seus gostos, o que gera um “desgosto” pela leitura. Esse “desgosto” só acabará quando o adolescente decidir desligar a televisão e o celular e partir em busca de uma emocionante história… O que é raríssimo atualmente.

Outro aspecto que dificulta o hábito da leitura é a existência de filmes baseados nos livros. Para que ler e ter todo o “esforço” de imaginar, quando existem meios que já imaginam pelas pessoas? Inevitavelmente, isso gera desânimo pela leitura.

Segundo dados dos Retratos da Leitura no Brasil, 56% da população (contando com adultos e idosos) leem 2,88 livros por ano. Sendo assim, esses relatos reafirmam que a grande maioria dos jovens não preserva o hábito de ler (o que requer uma constância inabalável e diária na leitura).

 

Escola Cristã Jundiaí