Fazenda do café: A história viva aos olhos dos alunos – 5º ano A manhã

Fazenda do café: A história viva aos olhos dos alunos – 5º ano A manhã
31 de agosto de 2017 Escola Cristã Jundiaí

No dia 12 de maio de 2017, os alunos do 5º ano A realizaram uma saída pedagógica  à Fazenda Nossa Senhora da Conceição. Localizada em Itatiba, a fazenda transpira história e inspira todos que buscam mergulhar no tempo e vivenciar a experiência de conhecer um lugar que faz parte da história do Brasil.

O livro de História nunca esteve tão próximo da realidade dos alunos, que se deliciaram com tudo o que puderam conhecer de perto. Agora não se tratava de algo distante, mas sim, de uma experiência real, em um local real, com histórias reais, que apesar deles já conhecerem através dos estudos, tiveram a oportunidade de constatar através da visita a essa fazenda, que é um museu da História do café.

A história preservada, desde a casa grande do Barão de Serra Negra, Francisco José da Conceição, até as lembranças da visita de Dom Pedro II e da princesa Isabel, que ainda estavam intactas. Tudo relacionado ao cultivo e comércio do café no século XIX estava bem diante dos olhos deles.  A senzala foi o que mais impressionou os alunos. Eles puderam adentrar em uma delas e imaginar o sofrimento dos escravos que ali viveram.

A história se passou ali desde o tempo do Brasil imperial, em que a escravidão ainda era permitida, no tempo da abolição, quando as senzalas foram fechadas e os escravos foram libertos, para posteriormente acontecer a chegada dos imigrantes.

A casa dos colonos ainda existe e, em uma delas, os alunos puderam conhecer como era o cotidiano daqueles que vieram para o Brasil em busca de uma vida melhor. Os maquinários, já existentes naquela época, ainda preservados, foram postos em funcionamento para que os alunos pudessem compreender a tecnologia na época para seleção do café.

A empolgação era nítida no rosto de cada aluno que viu o que há anos se viveu e que hoje eles conhecem através do livro de História e de experiências enriquecedoras como essa saída pedagógica.

 

Escola Cristã Jundiaí