Ensino Fundamental

Ensino Fundamental

O Ensino Fundamental organiza-se em nove anos e destina-se a atender crianças de 6 a 10 anos de idade, nos cinco anos iniciais e de 11 a 14 anos de idade nos quatro anos finais.

O Ensino Fundamental visa uma formação ampla com intenções educativas que serão desenvolvidas ao longo dos anos de curso. O desenvolvimento de capacidades de ordem cognitiva, afetiva, física, de relação interpessoal e social, ética e estética como orientam os Parâmetros Curriculares Nacionais, estende a ação educativa para além dos conteúdos.

Segundo Jacques Delors, para responder ao conjunto de suas atribuições, a educação deve organizar-se em torno de quatro aprendizagens fundamentais que se tornarão os pilares do conhecimento para cada indivíduo: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver juntos e aprender a ser.

Aprender a conhecer significa enxergar o mundo como um espaço de crescimento e aprendizagem constantes, pressupõe o aprender a aprender, que por sua vez envolve o exercício da atenção, da memória e do pensamento. Não conceber o conhecimento como algo imutável e sim como algo que se constrói ao longo da existência.

Aprender a fazer oferece ferramentas para fazer as coisas de diferentes formas a fim de se atingir os resultados desejados. O mundo evolui rapidamente e os alunos devem estar preparados para enfrentar situações novas.

Aprender a viver juntos envolve saber compreender, valorizar e respeitar as diferenças. Aprender a ser torna possível a formação cognitiva, afetiva, social, psicomotora. Conhecer a si mesmo é necessário para conhecer e aceitar o outro. Máquinas podem ser úteis, mas jamais substituirão o contato pessoal entre os seres. (Os quatro Pilares da Educação). Mais do que adquirir conhecimento vale a aplicação deste conhecimento.

A proposta do Ensino Fundamental é desenvolver no aluno habilidades que o levem a aprender a aprender, permitindo uma maior flexibilidade e possibilitando o atendimento das diversidades dos alunos que irão por si só elaborar estratégias de atuação no convívio social praticando assim a cidadania.

Objetivos gerais

O Ensino Fundamental da Escola Cristã Jundiaí tem por objetivo principal proporcionar uma educação que transponha os limites da escola estimulando a autonomia do aluno. O processo ensino aprendizagem deve gerar elementos de autoaprendizagem e estimular a aquisição de novas competências e desenvolvimento de capacidades onde os conteúdos funcionam como meios para este desenvolvimento e não como fins em si mesmos.

De acordo com a LDB e seguindo os Parâmetros Curriculares Nacionais, o Ensino Fundamental deste Estabelecimento de Ensino tem por objetivos gerais:

  • Levar o aluno a posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtiva frente a diversas situações de convívio social, sabendo utilizar o diálogo como forma de resolução e de acordo coletivo;
  • Perceber-se como cidadão e como tal, com direitos e deveres junto a sociedade, adote uma postura de solidariedade respeitando o outro e sabendo reivindicar para si o mesmo respeito;
  • Perceber-se como ser integrante, dependente e atuante do meio incentivando e valorizando atitudes que contribuam para a prática das qualidades morais essenciais ao caráter moral, como respeito, responsabilidade, aplicação, honestidade, cortesia e obediência;
  • Conhecer e valorizar a pluralidade do patrimônio sociocultural brasileiro e de outros povos e nações;
  • Desenvolver as capacidades do aluno nas áreas cognitiva, física, afetiva, de relações interpessoais e sociais;
  • Proporcionar a aquisição e domínio das habilidades necessárias para a leitura, escrita e interpretação a fim de que o aluno possa se comunicar com criatividade e clareza de ideais;
  • Estimular a comunicação utilizando diferentes linguagens: musical, corporal, matemática, gráfica e plástica, adequando a forma de expressão a situação;
  • Levar o aluno a construir, desenvolver e aplicar ideias e conceitos matemáticos, desenvolvendo o raciocínio lógico, relacionando ideias, descobrindo regularidades e padrões, estimulando sua curiosidade, seu espírito de investigação e sua criatividade na solução de problemas; desenvolvendo independência em relação ao manuseio de ferramentas matemáticas;
  • Proporcionar a descoberta progressiva do próprio corpo e seus limites, desenvolvendo uma imagem positiva de si e atuando de forma cada vez mais autônoma, hábitos saudáveis básicos para uma qualidade de vida, desenvolvendo o sentimento de confiança em suas capacidades física e estética, facilitando assim a inserção social;
  • Promover a autonomia intelectual e moral, de forma a perceber que a parte que enxerga como verdade é apenas parcial e consciente disso, reflita e decida sobre aceitar ou não qualquer conhecimento.
Conteúdo básico