É preciso aprender a estudar? – 5º ano – Melhores Práticas LEM

É preciso aprender a estudar? – 5º ano – Melhores Práticas LEM
16 de abril de 2019 Escola Cristã Jundiaí

Melhores Práticas LEM

Aprender a estudar é uma condição fundamental para dar continuidade à vida escolar. Percebe-se, então, que ensinar a estudar é fundamental.

A motivação é o principal elemento para o aprendizado. Com as crianças não é diferente.

Pensando nesse aspecto podemos considerar o caderno um instrumento atrativo, já que o processo pode começar com o deslumbramento da escolha para a compra até seu preenchimento, pensando nos itens de papelaria que temos à disposição hoje.

Por outro lado, sabe-se que o caderno é útil para guardar memórias, como vemos em forma de diários e anotações cotidianas.

E, na escola, para que servem?  Eles podem ser usados para arquivar as memórias da formação do aluno, o processo vivido por ele em busca do conhecimento, o registro de suas dúvidas e das descobertas feitas durante as aulas.

Esse princípio de anotar é aparentemente simples, mas é decisivo. A escrita é importante na arte da aquisição da memória.

Já o formato das anotações depende do estudante. O importante é construir resumos, mapas mentais ou simples anotações que façam sentido e que funcionem como registro visual.

Unindo todos os aspectos citados, os alunos do 5º ano foram incentivados a ter um caderno de estudos independente do caderno escolar. Algumas aulas foram específicas modelando registros possíveis de conteúdos estudados durante as aulas. Muitos modelos de anotações foram demonstrados aguçando a criatividade da turma.

O resultado tem sido surpreendente, tanto em relação à parte “artística” das produções como ao aproveitamento das aulas, percebido através das avaliações e da participação dos alunos que passaram a citar com maior propriedade o que já foi visto em aulas anteriores e registrado no caderno.

É possível perceber também que eles foram além, utilizando recursos variados para organizar a rotina de estudos antes mesmo de as avaliações serem agendadas.

O que se espera é que essas estratégias se aperfeiçoem e que a prática seja adotada de maneira constante, repercutindo de maneira valorosa na vida escolar futura de cada aluno.

 

Escola Cristã Jundiaí